Te vejo em cada muro

Pinheiros, São Paulo, SP. Foto enviada por Dandara Ruffier.

(via snowaninha)

“QUE VAI SER quando crescer? Vivem perguntando em redor. Que é ser? É ter um corpo, um jeito, um nome? Tenho os três. E sou? Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo ou jeito? Ou a gente só principia a ser quando cresce? É terrível, ser? Dói? É bom? É triste? Ser: pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas? Repito: ser, ser, ser. Er. R. Que vou ser quando crescer? Sou obrigado a? Posso escolher? Não dá para entender. Não vou ser. Não quero ser. Vou crescer assim mesmo. Sem ser. Esquecer.”
Carlos Drummond de Andrade  (via bisousz)

(via bisousz)

“Eu não conseguia chorar. Estava nauseado demais para chorar, confuso demais.”
Charles Bukowski.     (via auroriar)

(via auroriar)

“Mas eu ainda me lembro daquele dia em que nos conhecemos.”
Lana Del Rey.  (via auroriar)

(via auroriar)

chosesquemoncoeur:

Amor é uma loucura que fugiu dos padrões. Amar cura qualquer sanidade. (em Orla de Ponta Negra/RN)